segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Maria

Maria ,mediocre ,maluca,malvada ,melancolica

Acida e alcoolica

Ciumenta e venenosa

Imoral e gostosa .

Com uma alma enfurecida de rebeldia poetica

Ronda apaixonada os melagomaniacos

Nos loucos busca abrigo

E mais cedo ou mais tarde ama um amigo.

Maria de manias ,

Maria das margens

Maria que já nasceu marginal

Bebendo agustiada o mar de amargura que com seu proprio nome lhe ofereciam

na fatalidado do apriore já veio com a epígrafe daquela que todos desconfiam

Mãe virgem , prostituta santa,

Maria é ser quase um palavrão.

É ser um espinho de planta .

Magrela, mal alimentada ,mal amada

Irracional Subjetiva

Com medianos olhos castanhos

Observa aflita

A mediocriadade deste detestável mundo de hierarquias ,que lhe irrita

No desprezo do amado , no momento do desclassificado , no parto doloroso das idéias cultas

Tudo conspira ,tudo fede

Ela não se encaixa

Porque Maria não se mede .

Maria é louca

Porem não é oca

Maria não é poesia nem prosa

Maria é cólica .

 

Obs:Não sei se a poesia vai virar música , depende da Alexandra, minha parceira musical de coversa fiada .Maria , vem de Miriam do Hebraico ,e um dos significados é mar de amargura.

3 comentários: